Novo Alvodireto.com rede social de anuncios, seu conteúdo nos buscadores da internet. Cadastre-se e poste anuncios, fotos, artigos e qualquer conteúdo para aumentar sua presença online e apareça no Google, Bing e Yahoo

Categorias

Fonte: G1-Noticias

'Ele gostava de adrenalina', diz irmão de piloto do DF morto em prova de Superbike
Colocado por: 2019-08-12 19:10:19
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

Parentes e amigos do piloto Welles Lins de Carvalho Balbino, de 31 anos, se reuniram nesta segunda-feira (12) para o último adeus ao piloto, morador do Distrito Federal. O enterro ocorreu no cemitério do Gama.

Welles morreu após sofrer um acidente na última curva de uma prova de Superbike, disputada no autódromo de Goiânia (GO), na tarde de domingo (11). A modalidade realiza corridas com motos comuns, que podem ser encontradas em concessionárias.

Ainda muito abalado, o irmão de Welles, Wellington Lins de Carvalho, de 33 anos, disse ao G1 que o piloto amava esportes radicais.

“Ele gostava de adrenalina, sempre gostou desses esportes.”
Welles Lins tinha 31 anos — Foto: Arquivo pessoalWelles Lins tinha 31 anos — Foto: Arquivo pessoal

Welles Lins tinha 31 anos — Foto: Arquivo pessoal

Além do motociclismo, Welles era empresário. Ele tinha uma rede de lanchonetes com unidades em várias regiões do DF e morava no Paranoá. Natural da Paraíba, ele deixa mulher e um filho, de 8 anos.

Cerca de 100 pessoas acompanharam o sepultamento. Em frente à capela onde Welles foi velado, motos foram estacionadas, em homenagem ao piloto.

Motos ficaram estacionados em frente à capela onde Welles Lins foi velado — Foto: Afonso Ferreira/G1Motos ficaram estacionados em frente à capela onde Welles Lins foi velado — Foto: Afonso Ferreira/G1

Motos ficaram estacionados em frente à capela onde Welles Lins foi velado — Foto: Afonso Ferreira/G1

O acidente ocorreu na última curva da prova. O piloto disputava a 3ª etapa do Goiás Superbike, na categoria Escola 1000 cilindradas. Welles já participava da competição há dois anos.

A Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FMG), responsável pela prova, informou que o competidor olhou para trás para ver se havia outra moto próximo a ele, e acabou se acidentando.

Welles chegou a ser socorrido e levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Segundo a unidade de saúde, ele estava em estado gravíssimo e teve uma parada cardiorrespiratória.

As outras duas baterias da prova, que seriam feitas em seguida, foram canceladas. A Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, responsável pelo autódromo, disse ao G1 que o espaço cumpre todas as normas de segurança, inclusive com amplas áreas de escape e proteção de pneus.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.


Compartilhe essa noticia.


  • 0 comentário(s)
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

Seja o primeiro a gostar