Novo Alvodireto.com rede social de anuncios, seu conteúdo nos buscadores da internet. Cadastre-se e poste anuncios, fotos, artigos e qualquer conteúdo para aumentar sua presença online e apareça no Google, Bing e Yahoo

Categorias

Banco para fomentar indústria de defesa é estruturado pelo governo, diz Valor
Colocado por: 2019-09-11 13:49:00
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

© Reuters.  Banco para fomentar indústria de defesa é estruturado pelo governo, diz Valor© Reuters. Banco para fomentar indústria de defesa é estruturado pelo governo, diz Valor

Investing.com - Com objetivo de atender a indústria de defesa, por meio de empréstimos, garantias e seguros de crédito à exportação, o governo federal estuda criar um novo banco, que ainda não tem nome, mas já tratado de forma extraoficial de Banco de Defesa Nacional. As informações são da edição desta quarta-feira do jornal Valor Econômico.

De acordo com a reportagem, a instituição teria início com aportes de capital 100% privado, passando a oferecer para empresas do setor produtos e serviços que não eram obtidos em instituições privadas. Além disso, é possível ainda que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também capitalize o banco.

A iniciativa tem potencial para contribuir com os negócios no exterior de companhias brasileiras como a CBC, AEQ, Avibras, Embraer (SA:), Imbel, Taurus Armas (SA:), Gespi e Aeres.

Com o capital sendo das empresas, caberá ao Poder Público a função de mobilização desses recursos. O secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, Marcos Degaut, disse ao Valor que a iniciativa está bastante avançada e deve iniciar em um futuro próximo.

Ao jornal, Degaut destaco que as exportações do setor chegaram a um valor recorde de US$ 937 milhões de janeiro a agosto, mais do que todo o montante registrado em 2018. Já as estimativas oficiais apontam para um potencial de vendas ao exterior de até US$ 6 bilhões anuais.

Um fator que pode ajudar, de acordo com o secretário, é o novo status de aliado preferencial extra-Otan dado pelos Estados Unidos ao Brasil. Com isso, empresas brasileiras poderão participar mais de licitações do governo americano.

Na reportagem, Degaut explica que atualmente faltam mecanismos de apoio ao setor. A indústria de defesa, segundo ele, não é compreendida pelos bancos nacionais têm e os estrangeiros sofrem restrições para apoiar o desenvolvimento de produtos que podem se transformar em concorrentes de suas empresas nos países de origem.

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.


Compartilhe essa noticia.


  • 0 comentário(s)
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

Seja o primeiro a gostar