Novo Alvodireto.com rede social de anuncios, seu conteúdo nos buscadores da internet. Cadastre-se e poste anuncios, fotos, artigos e qualquer conteúdo para aumentar sua presença online e apareça no Google, Bing e Yahoo

Categorias

Bancos fecham mais tarde e prometem descontos de até 92% em campanha de renegociação de dívidas; SPC faz feirão
Colocado por: 2019-12-02 18:13:00
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

© Reuters.  © Reuters.

Arena do Pavini - Bancos e financeiras promovem nesta semana, de 2 a 6 de dezembro, uma campanha de renegociação de dívidas que promete descontos de até 92% nos débitos e prazos de até 120 meses, com algumas agências atendendo os devedores até mais tarde. O objetivo é aproveitar o pagamento do 13º salário, a liberação do FGTS e a queda dos juros para “limpar” as carteiras de devedores, recuperando algumas perdas e preparando terreno para um esperado aumento do crédito neste fim de ano e no ano que vem. Já o SPC Brasil organizou um feirão para renegociação de dívidas também no comércio, abrindo espaço para novas compras financiadas.

A vantagem desta campanha é que os bancos prometem também orientação financeira para os endividados organizarem seus orçamentos de forma sustentável, evitando assim que caiam de novo na inadimplência após a renegociação. Cada banco vai fixar os critérios de renegociação, os descontos e os prazos.

Acordo com o BC

A Federação Brasileiras de Bancos e os bancos realizam, de 2 a 6 de dezembro, a Semana de Negociação e Orientação Financeira, a primeira ação do acordo de cooperação técnica entre a entidade e o Banco Central. O acordo faz parte do esforço do BC de reduzir o custo do crédito, fortemente influenciado pela inadimplência, e aumentar a concorrência no setor. Na semana passada, o Conselho Monetário Nacional anunciou um limite para o juro do cheque especial, de 8% ao mês, e medidas para facilitar a transferência de dívidas, ou portabilidade, entre instituições.

458 agências até mais tarde

Ao todo, 458 agências bancárias de todo o país, de sete instituições financeiras (Banco do Brasil (SA:), Banrisul (SA:), Bradesco (SA:), Banco Pan (SA:), Caixa Econômica, Itaú (SA:) e Santander (SA:)), terão seu horário estendido na próxima semana até às 20 horas para oferecer orientação financeira e negociar dívidas em atraso de seus clientes, em condições especiais. A negociação ainda poderá ser feita nas demais agências desses bancos localizadas em todo território nacional, no horário normal de funcionamento, nos canais digitais dos bancos e pela plataforma www.consumidor.gov.br.

O Banco Votorantim e Safra também participam da iniciativa, somente por meio dos canais digitais. A lista completa das agências participantes e o conteúdo de educação financeira está disponível na página paporetocomfebraban.com.br/negociar.

BB promete até 92% de desconto

O Banco do Brasil diz que oferecerá condições especiais para liquidação de dívidas com descontos de até 92%, prazos que podem chegar a 120 meses e com até 180 dias de carência. O banco também oferecerá, promocionalmente, taxas de juros até 14% menores para as operações de renegociação.

Podem participar todos os clientes pessoa física que possuam operações de crédito vencidas com o BB, independentemente da faixa de renda e do tempo de inadimplência.

Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, destaca que todas as agências do BB e mais de 60 mil funcionários no país participarão da ação. Além de mobilizar todos os seus pontos de atendimento no mutirão, o BB também irá abrir 57 agências em horário estendido, das 10h às 20h, nas capitais e no Distrito Federal. Outra opção aos clientes é o atendimento digital pelo Portal de Renegociação de Dívidas e pelo app do BB, que oferecem a possibilidade de realizar todo o processo de renegociação de forma digital.

Caixa terá 27 agências abrindo até tarde

Na Caixa Econômica Federal, nas capitais, 27 agências do banco funcionarão em horário estendido, das 10 às 20 horas. Nessas unidades, a partir das 16 horas, o atendimento será exclusivamente ao público que deseja receber orientação financeira e renegociar suas dívidas.

A campanha, chamada Você no Azul (SA:), engloba cerca de três milhões de clientes, proporcionando facilidades para regularização de débitos com atraso superior a 360 dias com descontos que variam entre 40% e 90% para liquidação à vista, conforme a situação dos contratos e o tipo de operação de crédito. No crédito comercial é possível unificar os contratos em atraso e parcelar em até 96 meses, realizar uma pausa no pagamento de até uma prestação vencida ou a vencer ou ainda efetuar a repactuação de dívida, com possibilidade de aumento do prazo.

Casa própria

Para os contratos habitacionais, os clientes podem pagar uma entrada e incorporar as demais parcelas em atraso, realizar acordo com um pagamento inicial ou utilizar o saldo do FGTS para reduzir em até 80% o valor de 12 prestações, inclusive até três prestações atrasadas. As condições variam de acordo com as características do contrato e tipo de operação.

A campanha tem vigência até 31 de dezembro, e os clientes poderão ser atendidos por meio dos sites www.caixa.gov.br/vocenoazul e www.negociardividas.caixa.gov.br , pelo telefone 0800 726 8068 opção 8, nos perfis da CAIXA no Facebook (facebook.com/caixa), Twitter (twitter.com/caixa), nos caminhões “Você no Azul”, além das agências. Para dívidas relativas a financiamentos de imóveis, os clientes contam ainda com a possibilidade de renegociação pelo serviço Habitação na Mão do Cliente, nos telefones 3004-1105 (capitais), opção 7, ou 0800 726 0505 (demais cidades).

SPC faz feirão até 15 de dezembro

Também o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) está realizando um feirão on-line de renegociaçao de dívidas, que vai até dia 15 de dezembro. A campanha acontece em 11 capitais (São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Recife, Goiânia, Cuiabá, São Luis, Teresina, Rio Branco e Manaus) e em mais quatro cidades do interior do país (Feira de Santana – BA, Ibirité – MG, Pato Branco – PR e Santo Antônio da Platina – PR). Os devedores podem verificar no site do feirão do SPC Brasil (www.spcbrasil.org.br/feirao) se as empresas em que estão devendo aderiram ao programa. São mais de 120 empresas, desde bancos, consórcios, operadoras de telefonia, construtoras, supermercados e empresas do comércio e do ramo de serviços, que oferecerão condições especiais para quem estiver interessado em regularizar as pendências. As facilidades contemplam desde um desconto no valor da dívida, que em alguns casos podem chegar a 90%, até a possibilidade de um parcelamento maior ou um novo prazo para quitar a dívida.Para participar, o devedor deverá fazer um cadastro no site www.spcbrasil.org.br/feirao. Após receber a confirmação de autenticidade, o consumidor tem a opção de consultar o seu CPF, gratuitamente, para verificar se há pendências e se elas estão disponíveis para renegociação dentro do próprio site. Também é possível acompanhar o andamento de sua negociação de forma on-line, realizar o download do boleto com as novas condições ofertadas pelo credor e ser lembrado quando estiver perto do próximo vencimento.

Fintechs de crédito

Também as fintechs de cobrança deve aproveitar as campanhas. O serviço de cobrança digital Negocia Fácil e a administradora de cartões de crédito Credz oferecem descontos de até 90% na renegociação de dívidas. As vantagens oferecidas aos devedores fazem parte de um mutirão realizado por meio de uma plataforma disponível na internet. José Moniz, head de Negócios Digitais do Negocia Fácil, a renegociação digital aumenta a possibilidade de acordos, já que muitos consumidores deixam de renegociar as dívidas por pura vergonha de lidar com intermediários.

Segundo ele, o serviço Negocia Fácil fechou setembro com um aumento de 32,4% nas receitas devolvidas aos cofres das empresas credoras desde o início deste ano. O acumulado de acordos fechados a partir de janeiro cresceu a 18,16% se comparado a igual período do ano passado. Nos nove primeiros meses, foram 1.304.395 conciliações firmadas junto aos inadimplentes em busca de recuperar o seu poder de compra, contra 1.103.781 em 2018.

Dicas para sair do endividamento

Alguns bancos aproveitaram a semana para divulgar orientações para os devedores. “Precisamos falar de educação financeira, isso é o que vai possibilitar uma maior consciência dos gastos e do endividamento, que atinge boa parte das famílias brasileiras, que lutam para manter as contas em dia”, afirma André Calabro, diretor e especialista em Crédito e Cobrança do Banco PAN. Ele dá algumas sugestões para quem quer sair do endividamento. • Despesas na ponta do lápis ou no app: Planejamento financeiro é o primeiro passo para quem busca colocar as contas em dia. Para fazer isso, é recomendado listar a renda mensal versus todas as despesas variáveis e fixas (como água, energia e aluguel) e as demais dívidas. Ou seja, sugere-se analisar o dinheiro que entra e o quanto é comprometido com contas. Cada um tem uma preferência de como fazer isso. Atualmente, existem diversos aplicativos e sites que auxiliam no controle dos gastos ou até mesmo planilhas digitais. Para perfis mais tradicionais, o bom e velho papel e lápis podem ajudar. “É comum o consumidor brasileiro não ter um controle à risca do que gasta. Ao organizar todas as despesas é possível decidir o que pode ser cortado, reduzido ou renegociado”, explica Calabro. • Qual dívida pagar primeiro: Depois de fazer todos os cálculos, o próximo passo é escolher quais contas deverão ser priorizadas e, aqui, a dica é dar preferência para aquelas que possuem taxas de juros mais altas – como o cheque especial e cartão de crédito. • Renegociar dívidas: Com a queda da taxa básica de juros (a Selic) no menor patamar da história, os consumidores podem recorrer à renegociação de dívidas e até mesmo dos juros previstos em contrato. Alguns bancos, como o PAN, possuem uma plataforma online para seus clientes renegociarem suas dívidas. “Leia o contrato e defina uma proposta para levar ao banco, de modo que a negociação chegue ao valor que você realmente consiga pagar”, recomenda. • Aproveitar feirões de renegociação: Frequentemente bancos e outras instituições realizam feirões de renegociação, que são ótimas oportunidades para os endividados que buscam condições especiais. • Evitar o atraso de pagamento: Para quem pretende fugir do ‘nome sujo’, é primordial manter o planejamento financeiro em dia. Depois de renegociar as dívidas, mantenha o foco nas finanças, assim você não perderá o controle novamente.

Mais que a renegociação de dívidas

Para o diretor de Autorregulação da Febratan, Amaury Oliva, a realização da Semana da Negociação e Orientação Financeira marca uma evolução importante nos esforços realizados pelas instituições financeiras para promover o uso saudável do crédito. “É, em primeiro lugar, um esforço coordenado com o BC visando aproveitar a capacidade de comunicação e capilaridade das instituições financeiras, e o conhecimento que elas detêm de seus clientes e usuários, para ampliar o acesso das pessoas a informações sobre o tema em todo o país”, afirma.

Outro ponto importante, segundo Oliva, é o atendimento personalizado nas agências bancárias aos clientes, que terão acesso a conteúdo variado de orientação financeira, desenvolvido especificamente para o mutirão. Esse material irá ajudá-los a administrar o orçamento pessoal e a estabelecer hábitos financeiros saudáveis, com o uso consciente do crédito.

O executivo ressalta, ainda, que os bancos participantes, seguindo políticas próprias de negociação, irão oferecer condições especiais que podem envolver parcelamento, extensão do parcelamento, uma linha nova de crédito com juros menores, descontos etc.

“Cada instituição terá a sua política própria de renegociação, mas há o compromisso de que, durante a semana, haverá condições especiais de negociação, com o objetivo de se chegar a acordos sustentáveis e resgatar a capacidade financeira do consumidor”, assegura o diretor. “O superendividamento não interessa a ninguém, nem aos consumidores e nem aos bancos, que estão comprometidos com o bem-estar e a prosperidade dos seus clientes e do país”, conclui.

O post Bancos fecham mais tarde e prometem descontos de até 92% em campanha de renegociação de dívidas; SPC faz feirão apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Por Arena do Pavini


Compartilhe essa noticia.


  • 0 comentário(s)
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

Seja o primeiro a gostar