Novo Alvodireto.com rede social de anuncios, seu conteúdo nos buscadores da internet. Cadastre-se e poste anuncios, fotos, artigos e qualquer conteúdo para aumentar sua presença online e apareça no Google, Bing e Yahoo

Categorias

Fonte: Motor 1

Collection: Conheça os elétricos da Chevrolet antes do Bolt
Colocado por: 2019-06-15 21:08:11
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

O Chevrolet Bolt chegará ao mercado brasileiro em outubro. Quando isso ocorrer, ele estará nas ruas um ano após sua apresentação no Salão do Automóvel e vendido apenas na versão Premier por R$ 175 mil. Quem puder investir na novidade levará um elétrico plug-in com mecânica inovadora e a maior autonomia do mercado em um carro que tem estilo e porte de Honda Fit e que se passa facilmente por um carro comum.

Sob o capô, o motor elétrico de 203 cv (150 KW) de potência com elevados 36,8 kgfm de torque. A autonomia é de até 383 km com uma recarga, feita em tomadas comuns. Outra possibilidade será usar o kit de recarga rápida já incluído no preço do carro. Por dentro, o estilo futurista da destaque para a central multimídia "Driver Information Center" de 10,2" que reúne informações de entretenimento e claro, da gestão energética. O Bolt também conta com sistema regenerativo que aproveita a energia aplicada nas frenagens e desacelerações para ampliar a autonomia.

Ao se unir ao time de elétricos composto por Renault Zoe, Nissan Leaf e JAC iEV 40, a GM se atualiza em um perfil de produto que tem longa trajetória na marca. Conheça a linha de modelos eletrificados que marcaram a história da Chevrolet. Pouca gente sabe mas o EV1 (abaixo) lançado há 23 anos não foi o primeiro carro elétrico da marca. Apesar de sua importância histórica ele era a concretização de um projeto inovador de eletrificação que conta com nada menos do que 106 anos na General Motors.

Força de trabalho

Chevrolet elétricos

Em 1912 a GM produziu 682 Pickups, uma picape elétrica, quando praticamente todas as marcas produziam modelos elétricos para o mercado, já que naquela época ainda não estava clara qual seria a matriz energética no futuro. Assim muitos carros e até veículos comerciais eram elétricos, o que ajudou a impulsionar também o transporte público com bondes e metrôs que se expandiam em cidades como Londres, Nova York e Paris.

As Pickups eram feitas com chassi cruzado e o motor elétrico traseiro era alimentado por baterias de chumbo que ficavam na parte inferior. Havia versões para 500kg, 1 ou 2 toneladas. Com a popularização do automóvel, ficou mais claro que a matriz energética seria obtida com gasolina ou diesel e os elétricos saíram de linha.

Electrovair

Chevrolet elétricos

A versão eletrificada do polêmico Corvair (modelo da GM que deu origem até a um livro sobre seu risco de acidentes por um defeito no projeto da suspensão) ficou pronta em 1964 e foi batizada de Electrovair. O motor de 450 Volts desenvolvia o equivalente a 90 cv de potência. Dois anos depois, o Electrovair II seria a versão definitiva do carro que já tinha o equivalente a 115 cv e 130 km de autonomia com uma recarga. Nunca foi comercializado em escala, mas serviu de laboratório para aprimorar a tração elétrica naquela época.

Na lua

Chevrolet elétricos

Em 1971, a Delco Electronics, marca do grupo GM, desenvolveu o veículo lunar usado na missão Apolo 15. Com suspensão independente e porte de veículo compacto, tinha motor elétrico com duas baterias de 36 Volts. Tudo isso pois no espaço não há condições para um motor a combustão interna funcionar, então a tração eletrificada foi a solução desenvolvida na terra com os olhos postos no céu.

Chevette elétrico 

Chevrolet elétricos

Em 1976 a GM apresentou o Electrovette, uma versão eletrificada do nosso Chevette e que ficou só no conceito mesmo. Usava a tecnologia inovadora das baterias de níquel e zinco, mais leve e de melhor performance. O carro era uma resposta a crise do petróleo que elevou o preço da gasolina no mundo todo.

A GM previa que nos anos 1980, 10% do mercado de veículos seria baseada em modelos elétricos, o que nunca aconteceu, assim como o carro que nunca foi lançado comercialmente.

EV1

Chevrolet elétricos

A partir de um conceito apresentado em 1990, a GM lançou em 1996 o futurista EV1. Foi oferecido a clientes da Califórnia e Arizona por meio de um leasing, e seria um projeto piloto para a expansão de modelos eletrificados. O motor desenvolvia o equivalente a 137 cv e era alimentado por baterias desenvolvidas pela Delphi e depois pela Panasonic.

Poderia ser recarregado em 15 horas numa tomada residencial comum e vinha com um kit de carga rápida para 220 v que fazia o trabalho em três horas. Tinha autonomia de 140 km com uma recarga e alcançava 128 km/h de velocidade máxima. Inicialmente por “questões técnicas” mas também por pressão da indústria do petróleo, o projeto foi abandonado.

Volt

Chevrolet elétricos

Lançado em 2011, o Volt fez grande sucesso comercial. Tinha tração elétrica com autonomia de até 80 km trabalhando sozinho, mas poderia ser recarregado permanentemente por motor a gasolina 1.0 3 cilindros flexível. Fez grande sucesso comercial e impulsionou a chegada de outros modelos híbridos como o Toyota Prius, de maior sucesso, Nissan Leaf e versões específicas de modelos já conhecidos como Hyundai Sonata Hybrid. Com o avanço de outras tecnologias e do próprio Bolt, o Chevrolet Volt teve a produção encerrada neste ano.

O AutoShow Collection é parceiro do Motor1.com Brasil. O evento acontece na primeira terça-feira de cada mês e reúne carros clássicos e modificados no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo (SP). Para mais informações, acesse www.autoshowcollection.com.br 


Compartilhe essa noticia.


  • 0 comentário(s)
Registre-se aqui e deixe seu comentario nessa noticia.

Seja o primeiro a gostar